"I've never thought my opinions were more important than anyone else's... but they are as important." Bono (U2)

terça-feira, novembro 29, 2005

A não notícia

Dá que pensar. Se lhe disserem que ainda é impossível haver um projecto definitivo para o Mercado do Bolhão? Se calhar não acredita. Pois. As (não) notícias dos últimos dias têm sido frutuosas em especulações sobre o futuro do espaço. Resta perceber o porquê do surgimento destes textos, numa altura em que não há novidades, como deve haver quando se escreve uma notícia séria. Ora, para mim, este é mais um exemplo crasso dos problemas que o jornalismo atravessa hoje em dia. Senão, vejamos: os factos já todos nós sabemos. Rui Rio ganhou as eleições autárquicas com maioria absoluta, defendendo a requalificação do Mercado do Bolhão através de uma parceria pública-privada. Já sabíamos.
O projecto ainda não existe. Porquê? É simples: ainda vai ser lançado um concurso público internacional para escolher a empresa que desenvolverá o plano de intervenção no espaço. Ou seja, a não ser que o vencedor esteja escolhido à partida e, inclusivamente, já tenha o projecto no bolso, ainda é cedo para fazer futurologia.
Finalmente, a Associação de Comerciantes do Bolhão já deixou bem claro que não aceitará que alguns vendedores sejam «expulsos» do local. Quantas vezes é que isto já foi repetido???
Conclusão: Não percebo. Não percebo por que se continua a fazer notícia de notícias que já todos sabemos.

2 Comments:

Blogger pnatal said...

O comerciante pessimista, que desconfia do que aí vem diz
"nada de novo é uma boa notícia!"

6:43 da tarde

 
Blogger Máfia Mambembe said...

adorei aqui.

5:33 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home